"Delator" da Inteligência acusa Trump de querer interferir no pleito de 2020

O Comitê de Inteligência da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos revelou, nesta quinta-feira, a queixa formal de um membro da Inteligência americana onde mostra sua preocupação por supostamente o presidente Donald Trump ter usado seu poder para solicitar interferência estrangeira nas eleições presidenciais de 2020.

"No curso de minhas funções oficiais, recebi informações de vários funcionários do governo americano de que o presidente dos Estados Unidos está usando o poder de seu gabinete para solicitar interferência de um país estrangeiro nas eleições de 2020", disse o "delator", de acordo com o documento, com data de 12 de agosto.
Comentários
0 Comentários