Caminhão da ADRA chega em Salvador para atender população de rua contra coronavírus

O prefeito de Salvador (BA), Antônio Carlos Magalhães Neto, visitou, na manhã desta terça-feira, 31 de março, a unidade móvel de resposta à emergência da ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais), para acompanhar o atendimento que será realizado em favor de moradores em situação de rua na capital baiana, em mais uma ação contra a proliferação do coronavírus.

Estabelecido em um antigo terminal rodoviário no centro da cidade, o caminhão vai oferecer serviços básicos de alimentação e higiene e orientar os beneficiados sobre prevenção contra o novo patógeno. A iniciativa é da Prefeitura Municipal de Salvador, que solicitou o equipamento e os serviços à agência humanitária adventista.

“A ADRA tem sido uma parceria muito importante nesse trabalho de assistência aos mais pobres”, disse ACM Neto, elogiando também o trabalho realizado pela agência na condução de abrigos de acolhimento de populações de rua na capital baiana.


Equipado com cozinha industrial e máquinas de lavar, o caminhão da ADRA tem capacidade para oferecer à população 1,2 mil refeições diariamente, além de lavar e secar 40 quilos de roupas por hora. O veículo permanecerá em Salvador por tempo indeterminado.

A expectativa é de que cerca de 600 pessoas em situação de rua sejam atendidas por dia pela ação. São moradores que se concentram na Aquidabã, Pela-Porco e no entorno da Baixa dos Sapateiros, na região central da cidade.

Cuidados Básicos

“Tanto a Prefeitura quanto a ADRA estabeleceram compromisso de seguir medidas recomedadas pelas organizações de saúde pública para evitar a contaminação por coronavírus”, disse Luiz Fernando Ferreira, diretor regional da ADRA para o Estado da Bahia.


Desse modo, agentes da Prefeitura, da Guarda Municipal e voluntários da agência humanitária adventista vão trabalhar com equipamento de proteção individual (EPI), e terão o cuidado para evitar aglomeração superior a 10 pessoas durante o atendimento.

Outra medida envolve a logística, com o serviço da unidade móvel orientando as pessoas a manter uma distância mínima de um metro entre elas, no momento em que estiverem sendo atendidas. Produtos básicos de higiene preventiva, como água potável, sabão líquido para as mãos e álcool em gel também fazem parte do protocolo de cuidados adotados pela iniciativa.

Segundo a Secretaria de Promoção Social e Combate à Pobreza da Prefeitura de Salvador (Sempre), existem cerca de 6 mil pessoas em situação de rua na capital baiana. A ADRA é parceira da Sempre no atendimento a esta população. Atualmente, 310 pessoas são atendidas diariamente em abrigos administrados pela agência humanitária adventista.

Noticias  Adventista 

Comentários
0 Comentários