Bahia: Justiça determina afastamento de enfermeiros que são de grupos de risco

A Justiça do Trabalho da Bahia determinou que os enfermeiros que fazem parte dos grupos de risco sejam afastados do trabalho em hospitais enquanto durar a epidemia de coronavírus. A decisão foi divulgada nesta quarta-feira (15). Também foi determinado o uso obrigatório dos Equipamentos de Proteção Individual e Coletivo (EPIs) para os enfermeiros que seguem trabalhando em todo o estado. O prazo para cumprimento das determinações é de 10 dias. Devem ser afastadas dos seus postos de trabalho as enfermeiras gestantes ou lactantes, os hipertensos, cardíacos, asmáticos, doentes renais e com deficiência respiratória, bem como os idosos (grupos de risco).
Comentários
0 Comentários