Jequié: Sérgio da Gameleira reassume prefeitura e manda recado para opositores

O prefeito Sérgio da Gameleira (PSB), do município de Jequié, retornou às atividades à frente do Executivo, na manhã desta terça-feira (7) após o período de afastamento por cinco dias do cargo, numa determinação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). O vice-prefeito Hassan Iossef (PP), esteve no comando da cidade, até o final do expediente na segunda-feira (6).

Segundo informou o Blog Marcos Frahm, ao longo do dia, o prefeito concedeu entrevistas a Rádio 93 FM e fez duras críticas aos opositores, entre eles, à família Borges, proprietários da Rádio 95 FM, e ao ex-secretário de Infraestrutura, Fabrício Borges, inclusive seu apoiadores nas eleições de 2016.

Segundo o prefeito, Fabrício, que é citado nas investigações da Polícia Federal pela suposta participação nas irregularidades envolvendo verbas públicas na reforma das escolas municipais, seria um dos responsáveis por uma campanha com o objetivo de tirá-lo da Prefeitura, juntamente com o apresentador da emissora, Junior Mascote, como parte de um projeto político.

O prefeito também teceu críticas ao vice-prefeito, ao deputado estadual e pré-candidato a prefeito Zé Cocá (PP) e aos vereadores da oposição. ”A 95 fm fica o tempo inteiro propagando ódio na cidade, sendo que há 60, 90 dias atrás eram parceiros da prefeitura e, inclusive, o secretário de Infraestutura da época era o Fabrício Borges, proprietário da 95. Eu não sou engenheiro, sou formado em economia e não tenho a menor capacidade de poder verificar se uma planilha está de acordo ou não. Quero deixar bem claro que os secretários que assumiram a Educação não tem formação na área de engenharia e estavam ali cientes de que estava com documentos de obras que passaram pelo crivo de dois engenheiros, o secretário e o fiscal da obra”, disparou.

Gameleira também alfinetou vereadores da bancada de oposição, o vice-prefeito Hassan e o deputado Zé Cocá (PP). ”Eu fiquei feliz quando o vice-prefeito passou pela prefeitura naquele primeiro afastamento equivocado orquestrado pela Câmara e depois foi para as redes sociais dizer que não gostou do que viu. Eu fiquei feliz que ele divulgou que a nossa receita é de R$ 25 milhões, ao contrário do que os vereadores da oposição dizem a todo instante que a receita ultrapassa os R$ 40 milhões. Mas o vice-prefeito esteve aqui, acho que muito em assessorado pelo deputado Zé Cocá, que pelo que eu soube foi ele quem geriu a pasta nesses dois momentos e verificaram que a receita do município é de R$ 25 milhões e se sentarem para fazer contas vão verificar que com a estrutura que nós temos na cidade, a folha de pagamento é cruel”, desabafou o prefeito. Em momentos da entrevista, Sérgio citava, veementemente, os Borges, o radialista Mascote e o deputado Cocá, fazendo afirmação de que o grupo estaria tentando denegrir a sua imagem fazendo uso da emissora de rádio.
Comentários
0 Comentários