Colégio Adventista de Itapetinga (Pesquisa sobre Cândido Portinari)


Contexto histórico 

Cândido Portinari foi um destacado artista plástico brasileiro e um dos principais nomes do modernismo. Nasceu no dia 30 de dezembro de 1903 em uma fazenda de café, perto do pequeno povoado de Brodowski, no estado de São Paulo. Filho de imigrantes italianos, fazia parte de uma família de origem humilde e teve uma infância pobre. 

Apesar de ter apenas a educação primaria, Portinari já manifestava sua vocação artística desde criança, realizando as primeiras pinturas aos 9 anos de idade.Aos 15 anos mudou-se para o Rio de Janeiro em busca de um aprendizado convencional em pintura, assim ingressou no Liceu de Artes e Ofícios e, posteriormente, na Escola Nacional de Belas Artes. 

Em 1931, retornou ao Brasil e decidiu retratar o país em suas telas. Valorizando mais as cores e a ideia das pinturas, Cândido Portinari explorou a história, o povo, a cultura, a flora e a fauna da terra natal.Pela importância de sua produção estética e pela atuação consciente na vida cultural e política brasileira, Candido Portinari alcança reconhecimento dentro e fora do seu País. Candido Portinari morre no dia 6 de fevereiro de 1962, vítima de intoxicação pelas tintas. 

Importância no cenário artístico nacional 

Seus quadros, gravuras, murais, revelam a alma brasileira. Preocupado, também, com aqueles que sofrem, Portinari mostra em cores fortes a pobreza, as dificuldades, a dor. Sua expressão plástica, aos poucos, vai superando o academicismo de sua formação, fundindo a ciência antiga da pintura a uma personalidade experimentalista moderna. 

Principais Obras 

Suas principais obras foram: Meio ambiente, Colhedores de café, Mestiço, Favelas, O Lavrador de Café, O sapateiro de Brodósqui, Meninos e piões, Lavadeiras, Grupos de meninas brincando, Menino com carneiro, Cena rural, A primeira missa no Brasil, São Francisco de Assis, Os Retirantes

Por- Yago cruz  Alan Bonfim Alexandre coqueiro
Comentários
0 Comentários