.Advogado pede que prisão preventiva do homem que agrediu mulher em Ilhéus seja revogada.


A defesa do homem que foi flagrado agredindo uma mulher em Ilhéus, pediu à justiça nesta segunda-feira (19) que a prisão preventiva emitida contra Carlos Samuel Freitas Costa Filho seja revogada por ser ilegal.

Na petição, o advogado de Carlos, Caique Santana Mota, disse que, mesmo com a confissão em depoimento, a prisão preventiva seria ilegal sem a corroboração de outras provas.

As imagens foram divulgadas na segunda semana de outubro e mostraram que o agressor sabia que estava sendo filmado antes de ter deferido cerca de oito socos contra a mulher.
Comentários
0 Comentários