Homem acusado de mandar matar prefeito de Itagimirim para assumir o cargo é preso


A Polícia Civil prendeu na tarde desta sexta-feira (02) o ex-prefeito de Itagimirim, Rogério Andrade, 47 anos. Ele é acusado de mandar matar, há seis anos, o então prefeito do município, Rielson Lima. Rogério era vice de Rielson e assumiu o cargo após a sua morte. Rogério Andrade foi preso em sua fazenda no município de Camacã, sul da Bahia. O mandado de prisão preventiva, expedido pelo juiz Otaviano Andrade Sobrinho, da 1ª Vara de Crime de Eunápolis, foi cumprido por policiais civis da 23ª Coorpin.

No início de agosto, a Polícia Civil já tinha prendido, em Brasília, Jaimilton Neves Lopes, apontado pelas investigações como um dos envolvidos diretamente na execução de Rielson. Jaimilton era irmão de Alessandro Neves Lopes, o ‘Sandro Seco, que chegou a ser preso no curso das investigações e logo depois de ser solto foi executado com vários tiros, em um crime com características de queima de arquivo.

Rogério Andrade foi transferido para a sede da 23ª Coorpin, em Eunápolis, onde estão instaladas as investigações. O prefeito Rielson Lima tinha 51 anos e foi atingido por quatro tiros no tórax, pulmão e abdômen, em 29 de julho de 2014, em uma praça no centro da cidade de Itagimirim. Rogério Andrade ficou no cargo dois anos e cinco meses. Ele candidatou à reeleição em 2016, mas foi derrotado pela atual prefeita, Devanir Brilhantino. *As informações são do site Radar 64
Comentários
0 Comentários