Mostrando postagens com marcador Fim dos tempos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Fim dos tempos. Mostrar todas as postagens

O Sinal Para Sair das Grandes Cidades

Quando, pois, virdes o abominável da desolação de que falou o profeta Daniel, no lugar santo (quem lê entenda), então, os que estiverem na Judéia fujam para os montes.  Mat. 24:15 e 16.

Não está muito distante o tempo em que, como os antigos discípulos, seremos forçados a buscar refúgio em lugares desolados e solitários. Como o cerco de Jerusalém pelos exércitos romanos era o sinal de fuga para os cristãos judeus, assim o arrogar-se nossa nação o poder no decreto que torna obrigatório o dia de repouso papal será uma advertência para nós. Será então tempo de deixar as grandes cidades, passo preparatório ao sair das menores para lares retirados em lugares solitários entre as montanhas. Testemunhos Seletos, vol. 2, pág. 166.

Durante anos me foi ministrada revelação especial acerca do nosso dever de não centralizar a nossa obra nas cidades. O bulício e confusão que enchem essas cidades, as condições que nelas criam as uniões trabalhistas e as greves, tornar-se-ão grande desvantagem para a nossa obra. Buscam os homens conseguir que os elementos empenhados em diferentes profissões se filiem a certas uniões. Esse não é o plano de Deus, mas de um poder que não devemos jamais reconhecer. A Palavra de Deus se está cumprindo; estão-se os ímpios ajuntando em molhos, prontos para serem queimados. Testimonies, vol. 7, pág. 84.

Os sindicatos e confederações do mundo são uma armadilha. Conservai-vos fora, e longe deles, irmãos. Nada tenhais a ver com eles. Por causa desses sindicatos e confederações, logo será muito difícil nossas instituições levarem avante seu trabalho nas cidades. … Educai nosso povo a sair das cidades para o campo, onde possam obter um pequeno pedaço de terra, e fazer um lar para si e para seus filhos. …

Dentro em breve haverá tal luta e confusão nas cidades, que os que as quiserem abandonar não o poderão fazer. Mensagens Escolhidas, vol. 2, pág. 142.

O grupo dominical está se fortalecendo em suas falsas pretensões, e isso significará opressão aos que decidem observar o sábado do Senhor. … Devemos ter o cuidado de não nos colocarmos no lugar em que se torne difícil a nós e nossos filhos guardarmos o sábado. Vida no Campo, pág. 30.

Fora das cidades ímpias

As profecias do Apocalipse anunciam um tempo em que o povo de Deus será proibido de comprar e vender, o livro de Isaías fala que o escolhidos terão seu refúgio nas 'fortalezas das rochas, onde seu pão lhe será dado e suas águas serão certas' (Is 33:16).

A primeira cidade foi construída por Caim, após matar seu irmão Abel, ele teve um filho cujo nome veio a ser o da cidade: 'Enoque'. (GN 4:17)

Não foi plano de Deus que o ser humano vivesse em cidades, tanto que ao cria-lo, colocou num Jardim, a ordem de Deus para Adão era clara:

"Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra" (GN 1:28)

A proposta da cidade é o inverso disso, é juntar-se ao invés de espalhar-se, lembra da torre de Babel?

No tempo do fim o povo de Deus habitará nas montanhas em lugares solitários e desolados, à semelhança de Ló, por que as grandes cidades do mundo já têm se tornado como Sodoma e logo serão alvos de terríveis juízos punitivos.

Aproxima-se a tempestade e o Senhor logo virá...

Aproxima-se a tempestade, o Senhor se levantará para sacudir terrivelmente a terra.  Viveremos e veremos aflições por dodos os lados.

" Nas últimas cenas da história terrestre, alastra-se á guerras.  Haverá epidemias pragas e fome.  As águas do oceano transporão seus limites.  Propriedades e vidas serão destruídas pelo fogo e pelas inundações". ( Maranata 1977).

Também nos últimos capítulos da nossa história,torna-se mais e mais frequentes os desastres nas estradas; confusão, colisões e mortes sem nenhum momento de advertência ocorrerão nas grandes vias de comunicação.

Antes que Cristo volte, haverá grandes calamidades no mundo. Multiplicarão enfermidades e desastres naturais  com grandes incêndios, violentos furacões, terríveis tempestades,inundações,   terremotos e ressacas, estes transtornos da natureza destroem a seara que está madura e segue-se fome e angústia.

A destruição será tanto sobre o homem como sobre os animais.

A VIOLÊNCIA É um dos assuntos mais abordados da atualidade, - tanto pela imprensa como em conversa do nosso dia dia.

" A perversidade e crueldade dos homens alcançará    tal altitudes que Deus se revelará em sua majestade ". Continua.... Aguarde 

Por Cesar Soares 

A nova religião e os enganos finais

Está havendo rápidos preparativos para o estabelecimento de uma nova religião mundial: " lideres religiosos verão nesta união um meio de evangelizar  o mundo, e ensinam que todo mundo se converterá" ( G. Cnf. 587).
 Ao apresentarem  " um sistema religioso novo e mais elevado  ", produzir-se-á  um grande reavivamento falso baseado na observância do primeiro dia da semana. 

Os lideres religiosos recorrerão ao poder papal pedindo a legislação do primeiro dia da semana como " dia de repouso", unidos exaltarão o domingo alegando que o rápido avanço da corrupção e o derramamento dos juízos de Deus sobre a terra se devem a violação deste dia como " dia de guarda".

A união de católicos e protestantes é uma estrada aberta para o espiritismo, sendo este um caminho sem volta defendido e trilhado   por milhões de pessoas. Nesta união,Satanás " fará parecer que a  benção especial de Deus  foi derramada; manifesta-se á o que será considerado como grande interesse religioso", ( G. Conf, 464).

" Quando as Igrejas protestantes dos Estados Unidos formarem um só corpo com Roma, os espíritos demonstrarão   respeito ás instituições da Igreja, professando ter fé em Cristo e na Bíblia , e simularão estarem convertidos"  ( G.Conf, 557).

Deste modo o poder de engano será muito grande e Satanás começara a intensificar a batalha contra a comunidade messiânica. Continua.. aguardem

Por Cesar Soares

Fim dos tempos: Jovem é morta por irmão após disputa por cartão da pensão da mãe na Bahia

A vendedora de balas Iane Vitória da Conceição Nascimento, 20 anos, foi morta dentro de casa, a golpes de tesoura, pelo próprio irmão Luiz Cláudio da Conceição Nascimento, 26. O crime ocorreu por volta das 12h de terça-feira (17), na Rua do Dique Pequeno, no Engenho Velho de Brotas, em Salvador. O suspeito foi preso. De acordo com a família da vítima, Luiz Cláudio sempre foi agressivo com os parentes, em especial, a irmã, e teria premeditado o crime. “Ele deu dinheiro para a mãe comprar cigarro com a filha da minha sobrinha. Só estava ele e ela em casa na hora do crime”, contou a tia de Iane e mãe de criação da jovem, Alexandra Santana.

Por possuir problemas psicológicos, Ubiranice recebia uma pensão e, de acordo com os familiares, todo o dinheiro era usado por Luiz Cláudio, inclusive, para comprar drogas. Como a irmã tentava restringir o uso do cartão, a família acredita que o jovem se revoltou e decidiu matar Iane. A única testemunha foi uma prima da vítima, que mora no imóvel em cima de onde ocorreu o crime. Ela ouviu o barulho da confusão e desceu para ver o que estava acontecendo.

De acordo com os familiares, a adolescente teria tentado ajudar a prima, mas o suspeito a empurrou para fora da casa e trancou a porta. “Ele jogou ela pro lado de fora e foi terminar de cometer o ato. Quando a minha outra sobrinha conseguiu arrombar a porta, Iane estava cheia de sangue. Ela até tentou chamar o Samu, mas Iane caiu na frente da porta, já morta”, relatou Alexandra. Leia mais no CORREIO

Como saber se um sonho ou visão provem de Deus

Existem dois grandes grupos de sonhos reais. O primeiro e mais comum deles é o formado pelos sonhos naturais, que fazem parte do processo normal de descanso durante o sono, e cujo conteúdo pode apresentar-se de forma organizada ou desorganizada. Uma vez que “dos muitos trabalhos vêm os sonhos” (Ec 5:3). 

Já o segundo grupo básico de sonhos é formado pelos sonhos sobrenaturais, que podem ser de origem divina ou satânica. Os sonhos de origem divina têm normalmente um propósito salvífico bem definido, e podem ser concedidos tanto aos profetas verdadeiros (Nm 12:6), como aos membros comuns do povo de Deus (Jl 2:28), e mesmo às pessoas que não pertencem ao povo de Deus (Gn 41; Dn 2). Por sua vez, os sonhos de origem satânica são quase sempre fascinantes, e podem conter verdades, para confundir a pessoa. Suas predições podem até se cumprir, mas eles tendem a afastar, eventualmente e de alguma forma, a pessoa de Deus e de Sua vontade (ver Jr 29:8; Mt 24:24; 1Pe 5:8)
Torna-se evidente, portanto, que tanto os sonhos naturais como os sobrenaturais (quer divinos ou satânicos) podem ter um conteúdo religioso.

Certa vez, quando Ellen G White já estava bem idosa, seu filho, o pastor W. C. White, procurando dados para ajudar aqueles que estavam menos informados, fez-lhe uma pergunta: “Mamãe, a senhora tem falado seguidas vezes sobre assuntos que lhe foram revelados à noite. A senhora fala de sonhos nos quais a luz é derramada. Nós todos sonhamos. Como a senhora sabe que Deus lhe está falando por meio de um sonho?” Ela respondeu: “Porque o mesmo anjo mensageiro que fica a meu lado instruindo-me sobre as visões da noite, também está comigo falando-me nas visões do dia.” Não havia qualquer confusão na mente do profeta, nenhuma questão referente à revelação dada durante as horas da noite, pois as circunstâncias que a cercavam tornavam claro que era uma instrução vinda de Deus. (Conselhos para a Igreja, pp. 12-13)

Ellen G. White também nos orienta como avaliar um sonho para saber se vem de Deus ou não:

"Haverá falsos sonhos e visões, que encerram alguma verdade, mas desviam da fé original. O Senhor deu uma regra pela qual distingui-los: 'À lei e ao testemunho: se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não têm iluminação.' (Isaías 8:20). " (Mensagens Escolhidas, vol. 2, pp. 98 e 99)

"Há muitos sonhos que derivam dos fatos ordinários da vida, e com os quais o Espírito de Deus nada tem que ver. Há também sonhos falsos, como há falsas visões, que são inspirados pelo espírito de Satanás. Os sonhos do Senhor, porém, são classificados em Sua Palavra no mesmo nível que as visões, e são, como estas, o fruto do Espírito de Profecia. Esses sonhos, se forem levados em conta as pessoas que os tiveram e as circunstâncias em que foram dados, trazem em si mesmos o cunho de sua autenticidade." (Testemunhos Seletos, vol. 2, p. 274)

"Todo aquele que ensina a verdade para este tempo deve pregar a Palavra. Os que se apegam à Palavra não abrirão as portas para Satanás fazendo imprudentes declarações com referência a profetizar ou a sonhos e visões." (Mensagens Escolhidas, vol. 2, p. 21)