Bolsonaro se chateia com Pazuello após anúncio de compra de vacinas: “Quer aparecer, como o Mandetta”


O presidente Jair Bolsonaro se irritou com a atitude do ministro da Saúde, General Eduardo Pazuello, que anunciou nesta terça-feira (20) a compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac, do Instituto Butantan produzida em parceria com a chinesa Sinovac.

Nesta quarta-feira (21) Bolsonaro já desautorizou o ministro e disse que nenhuma vacina da China será comprada, além de que o governo não mantém diálogo com João Dória, governador de São Paulo.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do Jornal O Globo, Bolsonaro avaliou que Pazuello está “querendo aparecer demais, está gostando dos holofotes, como o Mandetta”, ex-ministro da Saúde, que ocupava o cargo no início da pandemia.
Comentários
0 Comentários