Violência- Menina encontrada morta em árvore foi estuprada antes do crime

Raíssa Eloá Capareli Dadona, a menina de 9 anos que foi encontrada amarrada em uma árvore na Zona Norte de São Paulo, no dia 29 de setembro, foi estuprada antes de ser assassinada, de acordo com o laudo necroscópico feito pela Polícia Científica e pelo Instituto Médico Legal. As informações são do jornal Agora São Paulo.

De acordo com o documento, a garota morreu asfixiada por obstrução das vias respiratórias, enforcamento e sufocação direta – ou seja, ela parou de respirar devido pressão no pescoço. Foi encontrado, também, sêmen no corpo da vítima. Assim, peritos concluíram ainda que um objeto foi introduzido em Raíssa.

O que diz a insparação divina sobre os últimos segundos deste mundo...

"Predomina atualmente uma 'epidemia de crimes' que abate o coração dos homens sensatos e tementes a Deus. A corrupção dominante está além da capacidade humana de descrevê-la. Cada dia traz novas revelações de dissensões, corrupção e fraude que campeiam na política; cada dia traz seu doloroso contingente de violências e infrações da lei, de indiferença para com o sofrimento humano... Quem pode duvidar que instrumentos satânicos se achem em operação entre os homens, numa atividade crescente, para perturbar e corromper a mente, contaminar e destruir o corpo?" (A Ciência do Bom Viver, pp. 142 e 143)
Comentários
0 Comentários