Com escolta da PM, coleta de lixo é retomada aos poucos em Eunápolis


Sob escolta policial, a coleta de lixo foi retomada gradativamente na noite desta segunda-feira (28/12) em Eunápolis. O serviço foi suspenso no último sábado (26/12), após um caminhão da empresa que presta o serviço ser queimado em ataques criminosos, ocorridos nos bairros Rosa Neto e Paquetá. Com a queda do atendimento, o lixo se acumulou em diferentes pontos da cidade. Segundo o superintendente de Serviços Públicos, Gilberto Porto, apenas seis caminhões estão sendo utilizados.

No momento, a coleta só será feita na região central – que inclui Jardins de Eunápolis, Vivendas Costa Azul, Edgar Trancoso e Alamar -, Pequi e, possivelmente, Dinah Borges, Gusmão e Minas Gerais. A prefeitura recomenda que os moradores de outros bairros não coloquem o lixo para fora de casa até que a coleta seja normalizada. “A escolta é necessária para garantir a integridade física dos funcionários”, disse Gilberto ao site RADAR 64.

TRANSPORTE SEGUE SUSPENSO

Além do caminhão da limpeza pública, os bandidos também queimaram um ônibus do transporte urbano, em uma retaliação contra operações policiais. No mesmo dia, a Polícia Militar localizou quatro suspeitos em uma casa no bairro Paquetá. De acordo com a PM, houve troca de tiros e eles foram mortos. Houve apreensão de armas e vasilhames com combustível.

Já o transporte coletivo segue suspenso por tempo interditado. Em nota enviada à imprensa nesta segunda-feira, a direção da Eunapolitana, concessionária do serviço público, informou que os veículos só irão para as ruas enquanto a situação estiver normalizada. A suspensão do transporte coletiva afeta, diariamente, cerca de duas mil pessoas, a maioria aposentados. *Com informações do Radar 64