Mais uma polêmica dele- Leonardo Gonçalves dar “Graças a Deus” por não ter ‘bolsominion’ na família


Em uma videoconferência promovida pelo pastor
Caio Fábio, no início deste mês, o cantor gospel Leonardo Gonçalves revelou que sempre foi de esquerda e deu “Graças a Deus” por não existir ‘bolsominion’ em sua família.

A videoconferência intitulada “Encontro de Lideranças Cristãs em defesa da Democracia”, aconteceu na terça-feira da semana passada (06/09), e contou com a presença de religiosos como Caio Fábio, Manfred Grellert, Ricardo Gondim, Paulo Lutero, entre outros.

Todos os participantes da conferência eram contrários à manifestação que aconteceu no dia 07 de setembro e/ou crítico do presidente Bolsonaro. Inclusive, Caio Fábio, juntamente com a sua esposa, desejou que as manifestações fossem “em nome de Jesus um fiasco”.

Na sua oportunidade de falar, Leonardo Gonçalves opinou sobre o momento político atual. Ele tentou explicar que contribuiu ‘ingenuamente’ para o que ele chama de projeto político. “Gastei meus últimos vinte anos cantando música evangélica nesse contexto brasileiro…. e esse projeto político cresceu regado a música”. disse ele.

O cantor, que é membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia, mostrou sua faceta não muito conhecida do público que consome suas músicas.

“Eu me considero de esquerda a vida inteira e posso dizer de boca cheia que não tem um ‘bolsominion’ na minha família, graças a Deus né”, disse ele na conferência. “Onde que eu errei para que me confundissem”, disse Leonardo referindo-se ao pensamento popular no meio gospel de que ele não era ligado à esquerda. Assista a fala dele abaixo:

 

Portal o Trono