Urgente- Trinta membros adventistas perdem suas casas após incêndio nas ilhas da baía de Honduras


O fogo engolfou a Ilha da Baía de Guanaja, na costa norte de Honduras durante as primeiras horas da manhã de sábado, 2 de outubro de 2021, os líderes adventistas do sétimo dia e membros da ilha agiram rapidamente para evitar danos à escola, igrejas e comunidade . O incêndio destruiu ou danificou mais de 200 casas e empresas. A escola sofreu danos em seu terceiro andar, enquanto 30 membros da igreja perderam suas casas e propriedades, disseram os líderes da igreja.

“A partir do momento em que fomos notificados às 5h, pastores, líderes de conferências e membros da igreja em Honduras começaram a orar pela proteção de Deus sobre os membros da nossa igreja na ilha, os edifícios da igreja e a escola”, Adan Ramos, presidente do Igreja Adventista em Honduras, disse.

Cena Triste e Trágica


Ao chegar, Mairena e outros administradores de missão encontraram os evangelistas convidados, pastores e membros trabalhando duro para garantir que o fogo fosse apagado. “Descobrimos que a Igreja Adventista Inglesa havia sido salva das chamas, encharcada pelos esforços das operações de resgate de helicóptero do governo naquela manhã”, disse ele. A estrutura do terceiro andar da escola aparentemente bloqueou as chamas de chegar à igreja de madeira, disse ele. A Iglesia Adventista del Cayo em Guanaja foi a primeira organizada na ilha em 1892. A estrutura da igreja foi construída naquela época e foi reformada ao longo dos anos, disse ele.

Adventistas agem rapidamente para ajudar

Os líderes da Igreja trouxeram pão, comida, leite e água para Guanaja em seu pequeno barco. A Igreja Adventista Espanhola na ilha imediatamente configurou seu prédio como um local de distribuição, onde membros voluntários da igreja ajudaram a ajudar as pessoas afetadas pelo incêndio. “Eu vi os membros trabalhando muito, não importa se não falassem o idioma, estavam unidos para ajudar a ajudar a comunidade”, disse Mairena. Outros membros da igreja de igrejas vizinhas prepararam comida para os voluntários que trabalharam incansavelmente após o incêndio. O governo de Honduras começou a enviar produtos ao local de distribuição para a igreja ajudar de lá.

Mairena disse que muitos dos membros expressaram sua gratidão a Deus por Sua proteção e libertação por meio do fogo que se move rapidamente.


Mairena disse que, embora a escola tenha sofrido danos aparentes em uma sala de aula no terceiro andar, a água das mangueiras de incêndio também encharcou o andar de baixo. Os líderes não saberão a extensão dos danos até que os engenheiros estruturais façam sua avaliação final nos próximos dias.

A escola bilíngue iniciou o ano letivo com um modelo híbrido de ensino presencial e remoto. Agora a escola está fechada por tempo indeterminado, disse ele. “Sabemos que dois professores perderam suas casas no incêndio”, disse ele.

Coleta de mercadorias para Guanaja

Ramos disse que as igrejas em Honduras têm mobilizado seus membros para coletar alimentos, mercadorias e roupas para serem despachados para Guanaja. “Também abrimos uma conta bancária para arrecadar fundos para ajudar neste momento difícil para aqueles que perderam tudo”, disse Ramos.

A ADRA em Honduras está programada para avaliar as necessidades locais nos próximos dias, disse Ramos.




Existem mais de 3.600 adventistas do sétimo dia adorando em 31 igrejas e congregações em Roatán, Guanaja e Utila, que são supervisionadas pela Associação das Ilhas da Baía. A conferência opera sete escolas primárias e secundárias nas ilhas.