ChegaMaisPerto- O que não te contaram sobre o Pastor Luis Gonçalves

A saida repentina do Pastor Luis Gonçalves da Novo Tempo e seu afastamento do ministério pastoral, comoveu o Brasil. As questões que o levaram ao afastamento do ministério ainda não foram esclarecidas, no entanto virou um dos assuntos mais debatido da semana na mídia gospel e nas redes sociais.


Luis Gonçalves atualmente era um dos pastores mais influentes do Brasil. Tambem um dos mais influentes das redes sociais com 418 mil seguidores no Instagran, 104 mil no Twitter e 492 mil no fecebook. Fora os grupos que levavam o seu nome com milhares e milhares de seguidores.


Numa destas midias sociais um de seus fãs publicou " É difícil acreditar nessa sua saída da Tv Novo Tempo e de entregar o seu cargo como Pastor As lembranças boas vai estar sempre em nossos corações Luís Gonçalves Você sempre será o meu pastor #ChegaMaisPerto". Sem dúvida alguma este foi o sentimento de milhares de seguidores.


A influência de Luis Gonçalves ia além das fronteiras Adventista. Luis Gonçalves é um evangelista nato, durante os 20 anor como pastor evangelista da Igreja Adventista ele pregou para milhões em todo o mundo. São incontaveis o número de pessoas que aceitou a Jesus atravês de suas mensagens. O programa Arena do Futuro é um dos mais assistidos da TV Novo Tempo, foi apresentado pelo Luis Gonçalves e impactou a vida de milhares de pessoas em todo a América do sul.


Um pouco de sua história...


Em aparecida do Norte no ano de 1992, a revista Adventista registrou o feito marcante que fincou a bandeira da mensagem Adventista na cidade mais católica do Brasil.


Tudo começou com uma promessa feita por Luis Gonçalves, na época um jovem obreiro. Por ocasião de sua conversão ele prometeu a Deus que se sua família se convertesse, um dia ele evangelizaria Aparecida e Roma. Tudo isso devido à sua experiência anterior como coroinha da igreja romana. Naquele ano um grande batismo marca a presença adventista.


Obatismo de 119 pessoas, no sábado 26 de setembro foi considerado um marco histórico para a comunidade adventista do Vale do Paraíba, SP, pertencente ao Campo da Associação Paulista Leste: a Igreja Adventista do Sétimo Dia instalou-se definitivamente em Aparecida do Norte, cidade mundialmente conhecida por sua forte ligação com o catolicismo.


O primeiro a ser batizado foi o Sr. Arlindo B. A. Silva. Ele havia sido adventista 20 anos atrás. Deixara a igreja e passara a viver inteiramente fora dos princípios que um dia adotara.


Ao ser rebatizado, sentiu-se profundamente emocionado, levando os pastores oficiantes e muitos presentes a se comoverem com a cena.

No final de 1991, o empresário adventista Paulo Sérgio Vaz — que define a si mesmo como uma pessoa fascinada por desafios — resolveu aceitar mais um repto, patrocinando uma campanha evangelística em Aparecida.

Antes ele já havia prestado apoio financeiro a um trabalho de evangelização na Albânia, país europeu que não contava com a presença adventista até recentemente. Também patrocinou uma outra campanha no bairro de Santana, em São Paulo. Em ambos os lugares, hoje existem igrejas organizadas com cerca de 100 membros cada.

Em fevereiro deste ano, Paulo Sérgio enviou para a cidade de Aparecida, Luís G. Silva, um de seus funcionários que trabalha em tempo integral como obreiro bíblico.


A primeira providência tomada foi estabelecer contato com a Rádio Monumental, emissora não ligada à Igreja Católica. Logo iniciou-se a transmissão de um programa de 10 minutos, quatro vezes por semana — Restauração da Verdade — que em pouco tempo foi estendido para 30 minutos.

A partir do contato com o público através do rádio, os primeiros interessados foram surgindo, o que possibilitou o início de uma série de conferências.

As reuniões eram realizadas na casa um ex-adventista, Sr. Arlindo — o primeiro interessado. Com o aumento da audiência, e aproveitando a época da Semana Santa, foi decidido alugar um salão. Assim, a partir de 14 de abril, a série tomou maior impulso, com um público de aproximadamente 250 pessoas presentes em cada uma das quatro reuniões semanais.


Nessa ocasião, o jovem Cirilo, irmão do obreiro Luís, deixou sua carreira de jogador de futebol profissional para unir-se ao trabalho realizado em Aparecida. Um grupo de colportores realizou uma grande campanha na cidade e logo em seguida, o Pastor Roberto Motta, evangelista da APL, passou a acompanhar mais de perto o trabalho de evangelização no local.

Segundo o irmão Luís Silva, até o momento não há preconceito declarado contra os adventistas, embora alguns casos isolados já se tenham manifestado. A movimentação católica é maior em relação aos visitantes, conhecidos como romeiros.


Os próprios habitantes da cidade, em geral, embora vivam muito em função do turismo religioso, não são tidos como católicos fanáticos e têm aceito com certa simpatia e até mesmo com grande avidez a pregação adventista.

A meta da recém-instalada Igreja Adventista de Aparecida do Norte é a aquisição de um terreno e a construção de um templo, enquanto o irmão Paulo Sérgio Vaz sente-se motivado a buscar outras cidades paulistas que ainda não contam com a presença adventista. — Wilson de Almeida, enviado especial"



HISTÓRIA CONTADA

Esse é o testemunho do Pr. Luis Gonçalves de todos os detalhes vividos, hoje (2020), ele é líder do departamento de evangelismo da Igreja Adventista para toda a America do sul.


A história desse trabalho em Aparecida virou livro lançado recentemente pela CPB, de autoria do Jornalista Diogo Cavalcante o livro 'Promessa Cumprida' narra a história de conversão do pastor Luís Gonçalves e de como ele conduziu o evangelismo que contribuiu para o estabelecimento da Igreja Adventista do Sétimo Dia em Aparecida.

Apelo Final

Querido irmão! Ainda tem muita gente questionando e julgando a postura do Luis Gonçalves. Vamos orar por ele e guardar as boas lembranças que temos de seu minitério pastoral...