Papa Francisco critica governos que colocam economia na frente da saúde

Em uma carta, o Papa Francisco criticou governos que colocam a economia na frente da saúde pública. O documento foi enviado ao juiz André Gallardo, de Buenos Aires (Argentina), e fala sobre “genocídio viral”.

“É verdade que essas medidas (para conter o vírus) incomodam aqueles que são forçados a cumprí-las, mas são sempre para o bem-comum, e a longo prazo”, ressalta o ex-arcebispo de Buenos Aires , elogiando autoridades que mostram que pessoas são a prioridade de suas decisões..”A maioria das pessoas aceita, e se movem com atitude positiva”.

O Papa Francisco continua: “Sabemos que defender as pessoas causa um desastre econômico. Seria triste se o contrário fosse escolhido, o que levaria à morte de muitos. Algo como um genocídio por vírus”.


Comentários
0 Comentários